28 abril 2003

Estou apenas fazendo uma pergunta fundamental: QUAIS SÃO SEUS VERDADEIROS DESEJOS? Ou, por outra: o que, exatamente, você quer da vida? É o que me pergunto também.

Vamos ficar discutindo se Bukowski é bom ou ruim até quando? Continuaremos a insistir em perguntar quem escreve bem ou mal, se fulano é artista ou picareta, se o rock está vivo ou morto?

Isso é tudo o que podemos produzir? Montamos fanzines, gastamos dinheiro e tempo para isso? Ou estamos viciados na tagarelice mental? Ou preocupados em provar nossa importância?

Eduf, em momento de inspiração na Fraude.