06 maio 2003

Bom filminho estranho para se adentrar na carreira de diretor, deste tal de George Clooney. Hmmm... Confissões de uma mente perigosa é perturbador pra caralho e tenho quase certeza de que não será entendido no seu contexto total. Foda-se. George Clooney deve estar bem feliz. E o pinta Sam Rockwell, também. Eu estaria, ao menos.