11 agosto 2003

(...) "A demanda por um jornalismo de qualidade, vivo e crítico, é segura. Provas disso são a qualidade de endereços culturais surgidos na Internet, inclusive no Brasil (sites como Nomínimo, Digestivo Cultural, Agulha, etc.), e o fato de que as editoras cada vez mais dão atenção à não-ficção, a ensaios, perfis, reportagens, biografias e livros de história escritos por jornalistas ou com 'pegada' jornalística." (...)


Citação no livro de Daniel Piza, Jornalismo Cultural, pág. 67, Ed. Contexto, 2003, ao Digestivo Cultural, casa onde mui gentilmente me encontro abrigado recentemente. Que grande presença, hein?