31 outubro 2003

Eu sou um legítimo falador. Bradando aos quatro cantos que Amarelo Manga nunca estreava por aqui, e, agora que estréia (e já faz mais de uma semana), e eu ainda não fui ver. Acho que o excesso de cultura que estou respirando nesta cidade está me sufocando. Não bastasse a Bienal, hoje começa a Feira do Livro. É uma densidade cultural tamanha que vai esmagar nossos neurônios por sua demasia. Maiores e mais pertinentes comentários sobre esta cultura aos borbotões, a granel, a escorrer pelos limites de nossa Porto Alegre, no próximo post. Se tudo der certo.