25 novembro 2003

Quando tu não tem certeza que alguém vai te cumprimentar, tu dá uma levantada na sobrancelha e olha pra ela quando vocês estiverem cruzando. Pode rolar um oi, e aí?, um oi, tudo bem?, ou ela ainda pode dar uma levantada na sobrancelha, por que também não tinha certeza se tu ia crumprimentar ela. São poucas as probabilidades dela vir te dar um abraço afetuoso e dizer upa!, mas não descartemos por completo tais chances. Afinal, se ela não te cumprimentar, tu ao menos só tinha levantado a sobrancelha, nem tinha dito um e aí, tudo bom? e ficado no vácuo, se sentindo um deprezado... Este é o medo podre que nos move e faz de nós cagalhões da vida social.