11 novembro 2003

Sem posts por que nada acontece, ou porque acontece tanta coisa que, assoberbado pela densidade, me confundo e me retiro ao ostracismo? A verdade é que os tempos são de tamanha quantidade de informação, que, mais do que filtrá-las, o grande mote é não se deixar confundir. Não bastasse isto, a Feira do Livro está instransitável, crianças correm atrás de palhaços e de bruxas e eu sofro nas caixas de saldo. São os dias de maior agitação de Porto Alegre e vamos cair de cabeça nesta festa enlouquecida!