30 abril 2004


"Muito do que escrevo ordena-se sob o signo da excentricidade, já que entre viver e escrever nunca admiti uma clara diferença; se vivendo consigo dissimular uma participação parcial em minha circunstância, em troca não posso negá-la no que escrevo, já que escrevo precisamente por não estar ou por estar de maneira parcial." - Do Sentimento de Não Estar-se de Todo

E eu não moro no Rio para participar destas ricas festividades. :(