28 fevereiro 2008

Estes malditos hypes

O que me incomoda não é a música, até porque acho bem bonitinha, principalmente a voz meiguinha da vocalista (com as devidas licenças musicais que devem ser dadas às bandas contemporâneas, com seu estilo "não-sei-tocar-nada-e-não-tô-nem-aí", como se, pretensiosamente fizesse questão de não saber, mas na realidade, não sabem. Hmmm... Fui claro? Ok, ok). Tudo bem, tudo bem: sou obrigado a confessar que detesto hypes. Detesto muito a necessidade de ser mais um fã da mais famosa banda nova do momento. Mas detesto ainda mais o falso low-profile, a despretensão exageradamente calculada, a tosquice-cool exacerbada. E por isso, só por isso, fica apavorado em saber que o clipe abaixo conquistou a marca dos mais de 60 milhões de views em um ano. A terceira, eu disse a terceira maior audiência da história, eu disse da história do YouTube. Olha: