01 novembro 2008

Porque sim

Tiago Mattos (imagino que seja) escreve o post que eu há tempos gostaria de ter escrito sobre o "fenômeno" Studio Pampa, a última doença a assolar a TV: um programa sem sentido algum que simplesmente apinha um monte de gostosas (convenientemente denominadas Pampacats e que resultou em uma rainha ou sei-lá-o-quê, cujo processo de votação praticamente durou o ano inteiro de 2008...) em um cenário e num contexto trash bragarái, com rascunhos de comediantes constrangedores e com umas cento e cinqüenta apresentadoras de shortinho e salto alto falando qualquer coisa sobre o fascinante mundo da TV e dançando o hit "tá legal/a nossa TV Pampa tá muito legal". Crasse!